SER MAQUILHADORA !


Olá meninas!

Hoje iremos sentar-nos e falar um pouco sobre ser maquilhadora, tema esse polémico, polémico porque existem mil e uma opiniões e certas realidades que não são aceites.
Então começamos por partes, há 8 anos que estou neste mundo da maquilhagem, e porque há 8 anos se comecei em 2011?
Sempre fui muito vaidosa, embora tivesse vergonha das minhas sardas e por esse motivo eu me maquilhava.
Fui crescendo então comecei a maquilhar amigas, elas próprias me pediam.
A fase em que sentia vergonha das minhas sardas tinha passado,
Maquilhar outras pessoas fazia-me sentir bem, porque elas gostavam do resultado, então comecei a explorar mais sobre este mundo da maquilhagem, pensei: “Porque não me informar mais sobre este mundo?” E foi o que fiz, muitas pesquisas, várias horas a treinar maquilhagens diferentes.
Em 2011 recebi uma proposta de maquilhar numa sessão fotográfica, continuando a trabalhar com a fotografa, o tempo passou e eu ainda estava no começo de tudo. Parei por algum tempo, mas regressei com mais força, em 2013 nasceu o meu blog e o meu canal no youtube.
Sempre a testar novas maquilhagens, novas técnicas, ver vídeos, então, algum tempo depois tirei várias formações.
O facto de ter tirado formações, não faz com que seja logo uma pro no assunto, por isso que com o tempo se adquire experiência e técnica.
Actualmente, estou a tirar um curso profissional, para me aperfeiçoar ainda mais, no mundo da maquilhagem temos sempre que saber mais e mais e nunca pensar que já és pro só porque és boa no que fazes.
Tem que se procurar sempre mais, e fazer melhor (aperfeiçoar sempre a técnica).
Tudo isto para vos dizer que tudo tem um começo, o meu foi há uns anos, uma paixão que virou uma grande meta a ser atingida na minha vida.O facto de poder ajudar alguém com baixo auto-estima, de pôr alguém a se sentir bonita e ouvir o quanto é apreciador o nosso trabalho, quando pegam num espelho e simplesmente adoram, isso enche-nos o coração.
Eu sou muito subtil nisso, ora ando maquilhada como não ando maquilhada, gosto de mim mesma.

Mas, por vezes vejo uma diferente realidade que nos dias de hoje torna-se normal, tudo o que sinto, tudo o que vejo ronda este tema, e, bem à pouco tempo atrás, vi um vídeo que falava nisto, vídeo esse que foi elaborado pela Andreia Neves Make Up.
Algumas diferenças existem entre maquilhadoras, todas trabalham na mesma área tendo em conta que poderíamos ajudar mais umas ás outras, dividir ideias, partilhar experiências e até mesmo ajudar tecnicamente umas ás outras.
Outro dia vi vídeo de uma pessoa (não irei mencionar quem), que dizia que não indicava nem via grandes maquilhadoras na zona do Porto, uma seguidora que tinha perguntado.
Engraçado, é que a mesma pessoa que fez o vídeo também é do norte do país.
Pergunto então o porquê? Fazer-se mais que os outros, tudo porque tem um número de seguidores a mais, pensa que já é pro?
Já é fixe então, já passa por pro como já vi casos semelhantes e acima de tudo não se quer misturar com pessoas que tenham números menores (subscritores).
Isso não é ser profissional, isso é ser ridícula. 
Todas temos valor, mas o que destaca é o amor que colocamos naquilo que fazemos.
Maquilhadora, actualmente qualquer uma é, mas maquilhadora profissional tem um enorme gasto, preços altos em formação, especializações, produtos de maquilhagem e continuação da mesma formação (porque está sempre a inovar).
Se tens um estúdio, se maquilhas ao domicílio, se tens muito trabalho, por vezes são imensas as horas sem dormir em condições lógico que o nosso físico por vezes também caí um pouco (dores musculares, dores de cabeça etc).
Mas quando gostamos realmente do que fazemos, acreditem nada disso importa.

Tenho outro ponto para falar, até podes gostar de maquilhagem e seguires esse mundo, mas isso não te faz maquilhadora profissional, tens de saber maquilhar como deve ser, saberes que tens de comprar um kit de maquilhagem para poderes fazer trabalhos, saberes que tens de tirar formações e embora na formação se aprenda muito, a técnica vem ao longo do tempo com a experiência adquirida, com as imensas horas a aperfeiçoar (já é um começo).
Não vou mais longe, conheço pessoas que de tanto verem vídeos e treinarem sabem se maquilhar muito bem, acho maquilhagens muito bem elaboradas, mas isso não chega para fazeres serviços de maquilhagem, até porque em portfólio tu nada ganhas para além de publicidade do teu trabalho.
Por isso, este trabalho requer cabeça, tronco e membros.
Todas nós temos um começo, nunca iremos começar no meio ou no fim, e irrita-me muito quando vejo pessoas quem nem sequer se sabem maquilhar a elas próprias (o básico) e já querem fazer trabalho de profissionais e claro, gera aquele conflito que sou essa própria pessoa que nem sequer se sabe maquilhar pensa que é melhor e que faz melhor que outras pessoas que se sabem maquilhar (cabeça, tronco e membros).

O preço dos serviços de maquilhagem é variável, nem todas as maquilhadoras têm o mesmo preço, varia de trabalho para trabalho, se vais ou não ao domicílio, e claro do tipo de evento que é.
Eu própria já vi pessoas com preço baixo e que trabalham muito bem e outras com preços altíssimos e fazerem coisas muito simples.
Além disso, acho que para teres um bom retorno (feedback, opinião) precisas de algum tempo onde trabalhas sem ganhar nenhum.
Tendo em conta que é preciso muito cuidado em ter formações, porque eu própria já vi pessoas a dar formação ou até mesmo fazerem simples directos em redes sociais sem terem a mínima noção do que estão a fazer ou a dizer, e cobram os olhos da cara.
Então para este assunto convidei duas maquilhadoras na qual eu sou fã do trabalho de ambas e as admiro muito, então coloquei algumas perguntas sobre este tema, para termos um campo de visão diferente.
A Andreia Neves com 10 anos de trabalho, uma pessoa que faz trabalhos espectaculares e a Sandra Matias com 6 anos de trabalho que é um doce de pessoa e faz trabalhos muito bonitos.



A profissão maquilhadora era um sonho ou começou com o decorrer da vida?
A minha profissão começou a decorrer na altura da vida, a minha paixão surgiu na altura dos 18 anos e comecei a trabalhar na área aos 19 anos, este ano completo 10 anos de carreira. :).

Quando custa ser maquilhadora ?
A quem está a começar não é fácil e provavelmente não vai ter grande retorno durante uma bons anos, crescer é muito difícil, gastar, vais gastares porque quem está na maquilhagem gosta de comprar e de ter coisas novas, apesar de não ter retorno.
Agora neste ponto da minha vida posso dizer que para mim compensa os gastos que tenho, pois tenho um trabalho bastante elevado e requisitado, então tudo o que compro ou gasto tenho retorno do mesmo ou mais.

Qual o pró e o contra de ser maquilhadora ?

Um pró é todas as pessoas que passam por ti ao decorrer da vida, e todas aquelas que ficam com sorrisos no rosto que vês que fizeste um trabalho incrível.
Um contra é ainda haver pouco conhecimento na maquilhagem onde eu acho que devia haver mais e mais.



A profissão maquilhadora era um sonho ou começou com o decorrer da vida?
 A profissão de maquilhadora começou devido ao baixo autoestima que tinha, na altura queria simplesmente ser bonita, com o decorrer do tempo comecei a ver vídeos do Youtube "klaire de lys e Michelle Phan" e entrei para esse mundo, deixando então o complexo esquecido e tornando numa paixão. Com o decorrer do tempo fui aperfeiçoando técnicas, aprendendo novos truques e comecei a maquilhar pessoas e vi que ser maquilhadora é muito mais que pegar num pincel e numa sombra, ser maquilhadora é dar autoestima a muitas pessoas, fazer com que elas se sintam bonitas, então profissionalizei-me na escola de estética Plano B em Coimbra, tendo como mentora uma formadora espectacular formada na makeup forever, e não parei, fiz mais duas formações através da marca Boticário e claro irei querer fazer mais. O que era simplesmente algo para camuflar o meu complexo tornou-se numa paixão tremenda. E hoje digo é uma grande paixão ser maquilhadora.

Quando custa ser maquilhadora?
Ser maquilhadora custa muito, pois todas as formações somos nós que as pagamos. As formações não são baratas, então antes de tomar um passo assim tem que se pensar muito bem se é realmente o que queremos. Mas que é um bom investimento para quem realmente quer o ser.

Qual o pró e o contra de ser maquilhadora ?
O pro de ser maquilhadora é ver e ouvir o que as clientes dizem, algo de louvar, é gratificante mesmo embora muitas vezes acordamos de madrugada, tenhamos dores físicas devido à postura que adotamos como profissionais, mas como digo vale a pena ouvir os elogios. O contra são várias injustiças uma delas nós gastamos imenso dinheiro para nos profissionalizarmos, gastamos imenso dinheiro nas especializações e em outras formações, tudo para tentarmos ser o mais perfeitas possíveis e desempenhar um excelente trabalho e depois vemos pessoas simplesmente a assassinar o nome de maquilhadora e outras a auto intitular se como tais sem o serem. Logo nós maquilhadoras profissionais muitas vezes ouvimos "é muito caro, pessoa x faz mais barato" onde pessoa x não investiu em nada e nós investimos.

Desde já agradeço muito as duas , pela participação , são pessoas espetaculares , muito profissionais .
Como podemos ver, em ambas as respostas temos uma ideia muito semelhante, porque todas nós passamos pelo mesmo, lutamos para estar onde hoje estamos e ter o que hoje temos.
Nada cai do céu, e quando vamos apostar em algo assim temos de ter a noção de vários pontos importantes. Se tens esse sonho e realmente gostas, vai em frente e procura saber sempre muito mais.
E fico por aqui, esta foi a minha sincera e humilde opinião

Irei ficar por aqui, esta foi a minha opinião mais sincera possível, comentem aqui em baixo as vossas.

Beijinhos \ Bom semana 

Share:

0 comentários